top of page

Americanas, caso de polícia

CVM cria força-tarefa

Em continuidade aos processos de apuração de um dos maiores escândalos recentes de empresa do mercado aberto, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), constituiu uma força-tarefa formada por diversas superintendências de sua autarquia.


A CVM, após instauração de vários processos administrativos, busca também, à cooperação do Ministério Público Federal e da Polícia Federal nessa investigação.


A autarquia abriu em sua página na internet espaço para que interessados enviem denúncias ou informações relacionadas ao caso. A utilização desse canal deve seguir uma forma que possibilite a indicação direta dos acusados e certo detalhamento das operações realizadas com as devidas justificativas das suspeitas.


Complementarmente a CVM abriu procedimento de apuração no sentido de investigar as agências de classificação de risco de crédito envolvendo as Americanas, que no processo de recuperação judicial, reconhece dívidas de R$ 43 bilhões.


Comments


bottom of page