top of page

Venezuela adere bandeira russa de cartão de crédito

Aliados e integrantes do BRICS reforçam cada vez mais bloco que pretende superar hegemonia do dólar

Calixto José Ortega Sanchez, chefe do banco central da Venezuela, anunciou nessa última quinta-feira (15), durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF), que seu país já começa a aceitar cartões da bandeira Mir, a alternativa às bandeiras Visa e Master Card criada pela Rússia após as primeiras sanções sofridas pelo país em 2014.


Desde o ano passado, quando o país latino-americano anunciou seu interesse em utilizar o sistema de pagamento Mir, as negociações estão a todo vapor. Fato talvez incentivador para a agilidade do processo foi a declaração da embaixada russa no país que afirmou que a adesão ao sistema criaria “condições estáveis para acordos em moedas locais”.


Hoje, 10 países em todo o mundo já utilizam o sistema Mir de pagamento, e a demanda para adesão cresce constantemente, tendo 15 outros países na lista para contratação do modelo russo. Irã e Miamar serão os próximos a aderir ao Mir, sendo que o chefe do banco central do último declarou na quarta-feira (14) ao SPIEF que o sistema começará a funcionar em seu país a partir de dezembro deste ano.

Comments


bottom of page