top of page

Ucrânia aciona seguradora Lloyd’s para garantir exportações de grãos

Atualizado: 11 de set. de 2023

Governo do presidente Zelensky não descarta reforço militar para proteger navios

Em meio a uma sangrenta guerra que já perdura por 18 meses, o governo da Ucrânia tenta a qualquer custo fechar acordos com seguradoras internacionais para garantir a proteção de navios de exportação que trafegam pelo Mar Negro. A medida foi tomada pelo presidente Volodymyr Zelensky após a Rússia desistir de um acordo mediado pela ONU (Organização das Nações Unidas).


Segundo o ministro da Economia ucraniano, Oleksandr Gryban, a britânica Lloyd's deverá encabeçar o contrato com o governo para garantir o transporte de grãos a outros países. A intenção é implementar o protocolo a partir de setembro, com cobertura de seguro para até 30 navios de carga.


A Lloyd 's, inclusive, já se manifestou sobre o tratado. A empresa declarou que os acordos de exportações contínuas de produtos agrícolas da Ucrânia são "cruciais para enfrentar os riscos à segurança alimentar global".


Nesse ínterim, a navegação comercial ucraniana já conta com serviços de consultoria feitos de forma gratuita pelas corretoras Marsh McLennan e Oliver Wyman.


Além do acordo em discussão, a Ucrânia tem tomado providências no segmento militar para garantir suas vendas para o exterior. Em julho, um navio de fabricação sino-alemã equipado com mísseis antiaéreos partiu de Odessa com sucesso. A operação ocorreu em um momento crítico, sob ameaças de retaliação de Vladimir Putin.

Comments


bottom of page