top of page

Schwarzman e chefe do FMI acreditam que dívida americana chegará a um acordo

Declarações foram realizadas durante Fórum do Catar

Stephen Schwarzman, presidente-executivo da Blackstone Inc. (maior gestora de ativos alternativos do mundo, que administra cerca de US$ 991 bi), declarou no Fórum do Catar em entrevista por vídeo nesta quarta-feira (24), que não acredita que os EUA cheguem a dar um calote quanto à dívida, tendo em vista o curtíssimo prazo para uma resolução do problema. “Isso indica que o governo dos EUA está pagando o principal e os juros em tempo hábil”, disse ele.


Sua opinião coaduna com as declarações de Kristalina Georgieva, do Fundo Monetário Internacional (FMI) realizadas mais cedo no mesmo evento. Além de sua declaração de confiança em um fim para o impasse da dívida americana, Georgieva ainda solicitou aos banco centrais por todo o mundo que mantenham a rigidez de suas políticas monetárias perante os números inflacionários. “A história nos diz que os EUA vão lutar com essa noção de inadimplência, mas na 11ª hora ela será resolvida...e tenho confiança de que o farão novamente.”, afirmou.


O cenário em Washington não é dos mais simples, pois até o momento as negociações regridem quando aparentam que chegarão a avançar, alguns temas continuam espinhosos entre os parlamentares e o governo Biden, e dentre os principais, estão os cortes de gastos solicitados pelos Republicanos, pois encontram enorme resistência por parte dos governistas. Segundo informou Kevin McCarthy, presidente da Câmara, houve diálogo nesta quarta-feira junto aos negociadores da Casa Branca, e que as negociações devem continuar.

Comments


bottom of page