top of page

Sanções à Rússia provocaram indignação contra o dólar

Desdolarização já começa a ser uma realidade em diversos países

Especialmente após o início das sanções encabeçadas pelos EUA à Rússia mediante a invasão da Ucrânia, inúmeros acordos internacionais que tem como objetivo o abandono do dólar americano no comércio têm sido estabelecido. A tendência de desdolarização torna-se cada vez mais real e sólida tendo em vista a imensa desconfiança dos países perante a agressiva política externa americana, que passa a ser vista como ameaçadora a muitos deles.


Há décadas a moeda americana tem sido usada pelos EUA para afirmar o poder do país em superioridade econômica pelo mundo. Sua força política é intensamente baseada no fato de que a moeda é utilizada como reserva monetária mundial acima de 50%, além do país representar 20% da produção econômica global.


Embora a maior parte dos especialistas acreditem que demoraria um longo período para que a moeda americana seja substituída como principal fonte de reserva global, há inúmeras iniciativas, inclusive por parte do bloco BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em prol da implementação de uma moeda e um sistema financeiro que dê a seus países membros independência monetária.


Caso o dólar perca seu status de reserva global geraria inúmeros prejuízos quanto à perda de privilégios por parte dos EUA, gerando uma queda subsequente irreversível de seu valor, o que significaria um enorme aperto financeiro para Washington, tendo em vista a imensa quantia que constituí a dívida americana. O crédito ficaria ainda mais escasso e os valores no mercado de ações tornaria a economia extremamente frágil.

Comments


bottom of page