top of page

Reino Unido em crise

Consumidor pode receber até 20 Libras por economia de energia

No Reino Unido, mais de um milhão de residências e empresas serão incentivadas a diminuir o consumo de energia no horário de pico, entre 17 e 18 horas, horário local. O incentivo será através de pagamento aos consumidores como parte do Serviço de Flexibilidade de Demanda (SFD) da Rede Nacional. O objetivo é evitar apagões nos períodos de alta utilização de energia elétrica.


A National Grid emitiu no início desta semana, um alerta informando que o Reino Unido enfrenta margens de fornecimento mais apertadas do que o normal.


O valor destinado ao cliente dependerá do quanto este conseguir reduzir de seu uso habitual. As distribuidoras oferecem cerca de 3 Libras para cada quilowatt-hora economizado. Os pagamentos estimados variam entre 6 e 20 Libras.


A National Grid informou ainda, que caso haja necessidade de demanda adicional de energia, três usinas a carvão, que deveriam ser desativadas em setembro em meio à transformação de energia verde do Reino Unido, foram colocadas em stand by.


A National Grid já havia alertado que blecautes de três horas poderiam ocorrer em janeiro e fevereiro caso a pressão de consumo aumentasse e não houvesse produção equivalente.


O Reino Unido importa cerca de metade de sua energia, e os custos dispararam após as sanções ocidentais à Rússia.

Comments


bottom of page