top of page

Pesquisa Schroders aponta geopolítica, inflação e sustentabilidade como principais preocupações

Investidores globais avaliam perspectivas para cenário econômico

Crédito da imagem: Schroders/ Sharecast graphic / Josh White


A gestora de ativos Schroders, divulgou recentemente um estudo realizado no período de junho de 2023, baseado em entrevistas com 770 investidores institucionais ao redor do mundo, responsáveis por um total contabilizado de 34,7 bilhões de dólares em ativos.


Do total, mais da metade deles tem perspectivas fortes de incertezas na geopolítica (55%) e sobre o crescimento da inflação (53%), que em sua análise, devem gerar o impacto mais importante em sua carteira no ano de 2024.


Classificados por região, os investidores mais preocupados com as questões geopolíticas são os que tem base na EMEA (Europa, Oriente Médio e África), provavelmente pela proximidade com o conflito entre Rússia e Ucrânia, sendo os mais diretamente afetados pelo impacto socioeconômico e político do conflito, representando 59% do total. Já na região da Ásia-Pacífico 52% têm a mesma preocupação como predominante, seguida logo de perto pelos norte-americanos, com 51%.


Quanto ao crescimento da inflação, a preocupação dos investidores norte-americanos afetou apenas 50% das carteiras, enquanto na Ásia-Pacífico o número foi de 55%, e 53% no mercado europeu.


Em terceiro lugar no topo dos principais receios dos investidores está a preocupação com a redução gradual da política monetária, com 48% do total entre as regiões, enquanto 42% tem ainda receio de uma estagflação, ou seja, a mescla entre uma desaceleração econômica e a aceleração dos números inflacionários.

Comments


bottom of page