top of page

Moscou declara que exercícios nucleares são resposta às políticas ‘vergonhosas’ do Ocidente

Embaixador Anatoly Antonov afirmou que EUA e aliados não poderão atuar em um jogo de escalada ‘unilateral’

Crédito da imagem: Reprodução


O embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, declarou nessa terça-feira (7), que a decisão do Kremlin por realizar exercícios táticos com armas nucleares é unicamente uma resposta forçada de seu país ao que chamou de políticas “vergonhosas e agressivas” adotadas pelo Ocidente contra a Rússia. Segundo Antonov, as referidas políticas ocidentais criam ameaças à segurança de sua nação como um todo.


O exercício foi ordenado na segunda-feira (6), pelo presidente Vladmir Putin com o intuito de que fosse um evento rápido de uso de armas nucleares táticas do Distrito Militar do Sul, na fronteira com a Ucrânia.


De acordo com o que disse ainda os ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa russa, em declarações públicas a partir de Moscou, a ação foi tomada como um aviso aos EUA e seus aliados para que não provoquem um agravamento do conflito na região, por meio de constantes reforços no fornecimento de armas cada vez mais letais, que são realizadas à Ucrânia, e que visam, “matar o povo russo” e atacar o território do país.


O embaixador enfatizou também a forma como em sua avaliação, esse avanço gradativo tem acontecido: “Passo a passo, eles estão abandonando as suas 'autocontenções' anteriormente declaradas na guerra híbrida desencadeada contra nós” ... “Grosso modo, eles estão tentando ‘cozinhar’ nosso país.”, declarou.


Entretanto, apesar da clara mensagem ameaçadora por parte da Rússia em meio a essa ação, Antonov insiste que Moscou não está ameaçando ninguém, embora o país tenha sido acusado na segunda-feira (6), pelo porta-voz de segurança nacional da Casa Branca, John Kirbye, de dar “tiros de sabre” nucleares como prova de uma atitude “imprudente e irresponsável”.


--


Leia todas as nossas matérias integralmente.

Assine o Rumo Econômico no link abaixo

Comments


bottom of page