top of page

Metade do Brasil está inadimplente

Atualizado: 11 de set. de 2023

Redução da renda e descontrole financeiro são alguns dos principais fatores para a inadimplência do brasileiro

O Mapa da Inadimplência no Brasil, feito pela Serasa no mês de junho de 2023 apontou que dos meses de janeiro até maio deste ano o número de inadimplentes no país voltou a crescer, após um período de redução no final do ano passado. Hoje, a população brasileira conta com quase a metade de seus integrantes com dívidas não quitadas. No entanto, a partir do mês de março, esse número começou a arrefecer até chegar a uma queda real no mês de junho deste ano.


Levando-se em consideração os 71,45 milhões de inadimplentes registrados no mês passado, ou seja, cerca de 43,78% da população, a queda em comparação ao número anterior, foi a primeira queda do ano, representando 0,63% de declínio, ou 450 mil brasileiros a menos com dívidas não quitadas.


As 262,8 milhões de dívidas acumuladas representam em valores monetários o valor de R$ 346,3 bilhões retidos. Em uma média por indivíduo temos o número de R$ 4.846,15 por pessoa. Entre os principais fatores de inadimplência entre a população, quatro principais foram destacadas pelo mapa: a diminuição da renda (18%); imprevistos como problemas de saúde, morte, manutenção da casa ou do carro (17%); perda do emprego ou tiveram alguém da família que ficou desempregado (14%); alta dos preços (13%); e por fim, a falta de controle financeiro (12%).


Comments


bottom of page