top of page

Inflação se mostra resiliente

Taxa de básica de juros em 12,50%

De acordo com o Relatório Focus, publicado pelo Banco Central nesta segunda-feira (30), as projeções de alta da inflação se mantêm para 2023, 2024, estabiliza em 2025 em 3,55 e volta ao viés de subida em 2026.


Neste ano de 2023 a inflação mostra-se resiliente, sobre há sete semanas consecutivas.


Na expectativa do mercado o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para este ano subiu de 5,48% para 5,74%, para 2024 elevou-se de 3,84% para 3,90%. A projeção do mercado para 2025 foi mantida em 3,50% e a de 2026 subiu de 3,47% para 3,50%.


Com relação do Produto Interno Bruto (PIB), o mercado espera uma leve alteração positiva de 0,79% para 0,80% em 2023, indicando viés de alta. Para 2024 o mercado assinala a mesma posição das últimas sete semanas, mantendo em 1,50%, entretanto, para 2025 aponta uma leve queda de 1,90% para 1,89%, com viés de queda. A expectativa do PIB para 2026 continua em 2,0%.


Com relação a taxa de juros interna (Selic), o mercado assinala para a manutenção em 12,50% neste ano, em 9,50% para 2024, em 8,50%, para 2025 e 2026.


No caso do câmbio, a estimativa para o dólar caiu de R$ 5,28 para R$ 5,25 em 2023, e foi mantida em R$ 5,30 para os anos de 2024, 2025 e 2026.

Comments


bottom of page