top of page

Inflação americana cai para 4% antes de decisões do FED

É o 11º mês consecutivo de queda do índice de preços

O Federal Reserve americano decidiu manter as taxa de juros em uma média entre 5% e 5,25% nesta quarta-feira (14), rompendo o ciclo de aperto monetário que teve início em março do ano passado. No entanto, mesmo antes da divulgação dos números pelo FED, a inflação vem por onze resultados consecutivos desacelerando, tendo agora a taxa mais lenta desde o início do ano de 2021, embora ainda permaneça o dobro da meta de 2% declarada pelo Fed.


O índice de preços ao consumidor americano subiu 4% este mês de maio em uma base anual, ou seja, abaixo dos 4,9% divulgados em abril, e também abaixo da expectativa dos economistas, que era de 4,1%. As informações são do Bureau of Labor Statistics em foram divulgados na terça-feira (13).


Na comparação mensal da inflação, o número avançou 0,1%, constando uma desaceleração, se comparado aos 0,4% do mês anterior. O recuo dos preços são reflexo de uma queda nas tarifas aéreas e nos preços da gasolina, embora as reduções tenham sido compensadas por um alto custo na moradia e nos carros usados.


CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Dado Ruvic/Illustration/File Photo/Reuters

Comments


bottom of page