top of page

"Imposto do Pecado" pode aumentar falsificação de bebidas, indica estudo

Segundo a Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF), a falsificação de produtos gerou prejuízo de mais de R$ 400 bilhões


Falsificação de bebidas: prejuízo bilionário para o Brasil

A possibilidade de sobretaxa prevista na regulamentação da reforma tributária pode aumentar os casos de contrabando de produtos industrializados, como bebidas alcoólicas, cigarros e alimentos. Os produtos foram incluídos na lista do chamado “Imposto do Pecado” - apelido dado pelo governo Lula para o Imposto Seletivo (IS), que mira itens “prejudiciais à saúde”.

Quer ler mais?

Inscreva-se em rumoeconomico.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

Comentários

Não foi possível carregar comentários
Parece que houve um problema técnico. Tente reconectar ou atualizar a página.
bottom of page