top of page

Haddad cogita entrar no STF para cobrar mais impostos dos municípios

Haddad afirmou que não pretende confrontar o Congresso, mas promover "alocação" do dinheiro público


Agência Brasil/EBC


Disposto a explorar cada vez mais fontes de arrecadação, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), afirmou nessa quarta-feira (3) que o governo poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal contra a decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, de barrar a volta da oneração integral previdenciária da folha de pagamento dos municípios com população até 156 mil habitantes. 

Quer ler mais?

Inscreva-se em rumoeconomico.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

Комментарии

Не удалось загрузить комментарии
Похоже, возникла техническая проблема. Заново подключитесь к интернету или обновите страницу.
bottom of page