top of page

Governo reduz rombo, mas déficit primário fica em R$ 1,5 bi em março

No acumulado do trimestre, resultado do governo é 39,8% inferior ao mesmo período de 2023


Gastos do governo voltam a superar receitas em março

Apesar de ter arrecadado mais de R$ 190 bilhões em março – marca história para o período – as contas do governo voltaram a fechar no vermelho no mês passado. Segundo o Tesouro Nacional, o déficit primário ficou em R$ 1,53 bilhão, sinalizando mais gastos do que receitas nas planilhas da administração pública.


Com isso, no primeiro trimestre de 2024 o Governo Central registou superávit primário de R$ 19,4 bilhões - 39,8% inferior ao 1º trimestre de 2023, quando fechou com saldo positivo de R$ 31,208 bilhões (descontada a inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo - IPCA).

Quer ler mais?

Inscreva-se em rumoeconomico.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

Kommentarer

Det gick inte att läsa in kommentarer
Det verkar ha uppstått ett tekniskt problem. Prova att återansluta eller uppdatera sidan.
bottom of page