top of page

Gastos imprudentes do governo Biden trarão dificuldades aos mercados

A previsão para 2024 é que má gestão do governo americano gere inúmeros obstáculos à economia global

Crédito da imagem: Reprodução


A dívida pública americana está cada vez mais difícil de solucionar a longo prazo, no entanto, o partido Democrata parece não ter preocupações quanto ao crescimento desenfreado dos gastos governamentais, e continua a propor o financiamento estatal de programas sociais que só pressionam ainda mais os gastos públicos.


Avessos aos cortes de gastos, os democratas dificultam o equilíbrio das contas do governo, enquanto republicanos têm dificuldades em reunir o próprio partido em torno de soluções que atendam às necessidades nacionais.


A economia global mostra arrefecimento contínuo do crescimento, gerando maior receio de apostas em investimentos por parte das empresas, inclusive em salários com maior remuneração para a força de trabalho, que enfrenta números elevados de inflação.


O crescimento da dívida pública teve certa justificativa em razão da absoluta desordem em consequência das medidas restritivas impostas as atividades econômicas no período da crise sanitária. No entanto, atualmente a elevação dos gastos tem se tornado uma bola de neve, pois a maior quantidade de moeda injetada na economia por meio dos projetos de auxílio social, não têm de fato alimentado a economia e gerado resultados sólidos.


Segundo dados anuais recentes, o governo americano gastou até o final do segundo trimestre de 2023 o equivalente a 6,3 trilhões de dólares, dos quais, 5,3 trilhões foram direcionados a despesas obrigatórias, ou seja, serão necessários 113% de cada dólar de receita para pagar a segurança social e os juros gerados pela dívida. Todo o restante deverá vir de emissão de dívida.

Comments


bottom of page