top of page

G20 não fecha questão sobre redução no consumo de combustíveis fósseis

Reunião realizada na Índia não contou com apoio de Rússia, Arábia Saudita e a anfitriã quanto ao acordo

Rússia, Arábia Saudita, China, África do Sul, Indonésia e Índia impossibilitaram fechamento de acordo com países membros do G20, em prol da redução de utilização gradual de combustíveis fósseis no grupo de opções energéticas adotadas no globo até 2030. O encontro do bloco econômico realizado no estado indiano de Goa, pretendia discutir maneiras de alcançar “emissões globais líquidas zero de gases de efeito estufa”.


Ao contrário do esperado, não houve um consenso entre os participantes do bloco, e a própria Índia, anfitriã do evento manteve postura de neutralidade durante a votação, tendo em vista que até o momento, produz 75% de sua energia total por meio do carvão.


China, a maior consumidora mundial de energia, como também África do Sul e Indonésia, que exportam carvão, fizeram oposição à agenda de redução do consumo de combustíveis fósseis, e deram suporte à campanha aberta de Rússia e Arábia Saudita contra o recuo de produção e consumo.


No fim, ao contrário do que era esperado, não houve um comunicado conjunto quanto à uma decisão hegemônica do grupo, mas sim, uma declaração de resultado, emitida pelos ministros de cada país membro, que alegava motivos de “diferentes circunstâncias nacionais”, para a não adoção conjunta de medidas.

Kommentare


bottom of page