top of page

FED e BCE manterão política contracionista

Aumento da taxa de juros

Na próxima semana decisões sobre a política monetária tanto do Federal Reserve como do Banco Central Europeu irão impactar além dos Estados Unidas e do bloco europeu, o fluxo de recursos da economia global.


Nos próximos dias 26 e 27 de julho o FED e o BCE, respectivamente, decidirão sobre a elevação da taxa de juros que deverão promover. O consenso do mercado está alinhado na direção da expectativa de que ambas as instituições elevarão suas taxas básicas de juros em torno de 0,25 ponto percentual.


A tendência do Fed é manter uma linha contracionista apesar de certo declínio da inflação, contudo, a inflação de serviços segue pressionando e o alto nível de emprego, o que faz inspirar cuidados até o fim do ano pelo menos. Entretanto, há uma baixa expectativa de certa opção no arrefecimento da taxa dos juros em função do grau de perda de força da economia nos setores do varejo e da indústria. No momento, o Fed mantém a taxa de juros na faixa entre 5,00% e 5,25%.


Pelo lado do Banco Central Europeu, a expectativa já referida é de que siga política de elevação da taxa de juros, na sequência das oito anteriores promovidas até junho do corrente. O consenso do mercado é de que, a exemplo do Fed, o BCE aumentará em 0,25 ponto percentual a taxa de juros.


No caso da Zona do Euro, elemento significativo ponderado é o impacto da guerra da Rússia e Ucrânia, que traz forte pressão sobre commodities e energia. Dessa forma, caso as expectativas se realizem, a taxa de juros passará de 4% para 4,25%.


Comments


bottom of page