top of page

Estados da Amazônia sofrem com novo reajuste nas contas de energia

Moradores do Amapá serão os que mais sofrerão com alta de 44,41%

Crédito da imagem: Equatorial Energia


Enquanto Lula pedia mais recursos para o Fundo Amazônia e a condenação dos embargos à Cuba, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) dava a má notícia aos brasileiros que não puderam viajar até Nova York, sede da ONU.


Segundo a controladora, cerca de 2,6 milhões de habitantes da Região Norte e Nordeste serão afetados pelo reajuste em suas contas de energia. Quem mora nos estados do Acre, Amapá, Piauí e Rondônia contarão com novo aumento a partir do mês que vem.


O mais afetado dessa leva será o Amapá (44,41%), que recebe energia elétrica da Equatorial Amapá, uma subsidiária da Equatorial Energia, e que também presta serviços a Alagoas, Maranhão, Piauí, Goiás, Pará e Rio Grande do Sul.


Reajustes em série


A medida segue os aumentos já aprovados pela Aneel nos meses anteriores. Em março foi a vez de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. No mês seguinte, os reajustes aconteceram em Ceará, Sergipe, Bahia e Rio Grande do Norte.


Comments


bottom of page