top of page

Encontro entre Putin e Xi Jinping fortalece aliança 'antiocidental'

Atualizado: 25 de out. de 2023

Deslocamento de Putin para a reunião é sua primeira viagem internacional após o decreto de sua prisão pelo Tribunal Penal Internacional

Crédito da imagem: PAVEL BYRKIN


O presidente russo, Vladmir Putin, esteve na última terça-feira (17) em Pequim para a realização de um encontro de cúpula que tem como intuito tratar sobre a chamada "Nova Rota da Seda", um ambicioso projeto encabeçado pela China já em prática há alguns anos que visa investir em financiamento de projetos infraestrutura e energia junto a países menos desenvolvidos. O projeto têm sido fortemente criticado por aprisionar os Estados parceiros em dívidas impagáveis, enquanto permite à China ampliar sua influência global.


Nesta quarta-feira (18), Putin liderou a lista de convidados e esteve junto ao presidente chinês, Xi Jinping, marcando sua primeira visita a uma potência mundial desde o início do conflito com a Ucrânia, como também, desde que o Tribunal Penal Internacional decretou sua prisão sob a acusação de crimes de guerra contra o povo ucraniano.


Os principais temas tratados giraram em torno de pautas internacionais como a guerra entre Israel e Hamas, como também a respeito de pautas regionais. O encontro visa ainda o fortalecimento das relações com Pequim, que embora ainda tenha muito a desenvolver comercialmente a ponto de substituírem mutuamente a importância do comércio com o ocidente, hoje inviabilizado por sanções, têm sido crucial para os dois países.


Segundo os especialistas o encontro não geraria grandes acordos, e foi considerado muito mais um ato simbólico de apoio à Rússia.

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page