top of page

Divulgação de aumento dos juros americanos mantém incerteza do mercado quanto ao cenário econômico

Analistas se dividem, mas com boas perspectivas

Após a divulgação de uma esperada elevação na taxa de juros americana em 25 pontos-base realizada pelo Federal Reserve (Fed) na última quinta-feira (26), as expectativas dos analistas foram novamente voltadas de forma acelerada para duas principais vertentes.


A primeira, aposta que o ciclo de elevação das taxas para o ano de 2023 foi encerrado com este último aumento, tendo em vista a tendência de bons resultados (queda) previstos para os números inflacionários nos próximos meses.


A segunda, leva em consideração principalmente o cenário ainda resiliente da inflação, e prevê que embora os empregos estejam estáveis e o consumo reaja de forma suave e positiva, o Fed deverá possivelmente estagnar o número atual dos juros na próxima reunião em 20 de setembro e por fim, realizar uma última elevação no ano, em meados de novembro, o que adiará os cortes para 2024.


Mediante o cenário ainda incerto, Powell enfatizou que pretende deixar as próximas decisões do Fomc (Comitê Federal de Mercado Aberto) sem maiores definições, tendo em vista que será necessária uma nova análise minuciosa dos dados referente aos próximos dois meses para que se tenha uma precisão de resultados prático da política atualmente adotada.

Comentários


bottom of page