top of page

Denúncia com mais de 20 mil assinaturas contra general Dutra será encaminhada à OEA

O general é acusado de confessar o cometimento de Perfídia após atos do 8 de janeiro em Brasília

Cerca de 24 mil assinaturas já foram colhidas em um abaixo assinado online que trata sobre uma denúncia contra o general da ativa do Exército brasileiro Gustavo Henrique Dutra de Meneses, que será apresentado à Organização dos Estados Americanos (OEA).


O idealizador do manifesto justificou a ação utilizando um artigo publicado na Revista Sociedade Militar, que transcreveu a fala do general Dutra em depoimento prestado à chamada “CPI dos Atos Antidemocráticos”, e sob a alegação de que o general cometeu Perfídia e crimes contra a humanidade no caso do evento de 8 de janeiro em Brasília (DF).


Abaixo seguem dois trechos da petição presente no site Change: “O general Dutra CONFESSOU, em depoimento à CPI dos Atos Antidemocráticos da Câmara Legislativa do DF a prática do crime de Perfídia, após atos oriundos de Lula e Moraes.”.


E continua: “O Brasil é signatário do Estatuto de Roma, promulgado em Decreto 4.388, de 25 de setembro de 2002, que define em seu Art. 6º, os CRIMES CONTRA A HUMANIDADE, como descrito no item 1, alíneas “e”, “f” e “h”, trazendo que: “1. Para os efeitos do presente Estatuto, entende-se por “crime contra a humanidade”, qualquer um dos atos seguintes, quando cometido no quadro de um ataque, generalizado ou sistemático, contra qualquer população civil, havendo conhecimento desse ataque: (…) e) Prisão ou outra forma de privação da liberdade física grave, em violação das normas fundamentais de direito internacional;”


Texto completo no site:

FONTE: Rumo Econômico com Sociedade Militar CRÉDITOS (Foto): Rinaldo Morelli / Agência CLDF

Commentaires


bottom of page