top of page

Dados recentes devem embasar o caminho a seguir pelo Fed para nova decisão das taxas de juros

Abaixo quais fatores devem ser os maiores influenciadores na decisão do banco central americano

A próxima nova política para as taxas de juros dos Estados Unidos novamente geram uma forte especulação por parte do mercado, não apenas dentro do país, mas, por todo o mundo. Entre os banqueiros centrais, a aposta é fortemente em favor do início de um novo ciclo de elevações dos juros. A reunião em que o Federal Reserve decidirá sobre os novos números da política monetária ocorrerá entre os dias 25 e 26 de julho, e devem contar com diversos fatores, os quais listaremos a seguir:


Inflação: Os preços estão sofrendo menor pressão nos dados mais recentes, fazendo o número inflacionário cair para 3,8%, melhor resultado ano a ano desde 2021, enquanto as pressões subjacentes da inflação apresentam no Índice de Despesas do Consumo Pessoal Central o resultado de 4,6%. O cenário ainda permanece distante da meta de 2% e causando desconforto aos formuladores de políticas do Fed, justificando um próximo aumento.


Indústria: Segundo o Instituto para Gerenciamento de Suprimentos tem fornecido evidências contínuas de quedas na produção industrial, sendo um dos fatores de maior impacto no amortecimento dos juros.


Vagas de emprego: No próximo dia 6 o Departamento de Pesquisa de Rotatividade de Trabalho (JOLTS) deve apontar a métrica-chave para identificar o desequilíbrio entre oferta de mão-de-obra e demanda.


Empregos efetivos: As perspectivas são de que o Departamento do Trabalho apresente relatório mensal no dia 7 de julho apontando certa desaceleração no crescimento do emprego no país, apesar de uma surpreendente resiliência apresentada após 10 elevações consecutivas dos juros.

댓글


bottom of page