top of page

Crescimento da inflação deve forçar BCs a maiores juros

Riscos financeiros ficam em segundo plano mediante o aumento dos preços em todo o mundo

Os recentes números da inflação nos mercados globais devem fazer com que pelo menos três dos quatro principais bancos centrais do mundo elevem suas taxas de juros nas próximas reuniões, apesar dos enormes riscos e alertas provocados pelas tensões ainda presentes no setor bancário. Entretanto, os mercados norte-americanos apostam que a medida deverá abrir caminho para cortes nos custos de empréstimos, logo após a chegada da recessão.


Os alertas e pedidos de cautela partem do FMI (Fundo Monetário Internacional) e dos formuladores de política monetária, que acompanham de perto as reações e expectativas de executivos do setor, como também os detalhes dos dados bancários, a fim de detectar possíveis problemas. A motivação para o pedido de cuidado mais intenso deve-se principalmente ao fato de que receiam um colapso global, tendo em vista os sinais de recessão apresentados pelos mercados de títulos.


Na terça-feira (11), o FMI divulgou o mais recente relatório Perspectiva Econômica Global, em que as autoridades do órgão rebaixaram a perspectiva para o crescimento global, embora tenham apontado que há cenários “plausíveis” derivados do colapso dos bancos Silicon Valley e Signature nos EUA, como também a fusão do Credit Suisse, que devem diminuir ainda mais o crescimento.

Commentaires


bottom of page