top of page

Com peso em alta, BC da Argentina volta a cortar a taxa de juros

Banco Central da Argentina reduziu os juros duas vezes em abril, chegando a 60% ao ano


Milei está satisfeito com os resultados momentâneos da economia

O banco central da Argentina decidiu cortar pela segunda vez em abril a taxa de juros básica da economia. Com isso, o indicador - que permanece bastante alto - passou de 70% para 60% ao ano. A medida foi tomada, segundo o BC argentino, após a inflação oficial do país ter subido 11% em março, apontando redução de 2 pontos percentuais em comparação a fevereiro. Já em relação aos últimos 12 meses, a inflação continua alta, com acúmulo de 287,9%.

Quer ler mais?

Inscreva-se em rumoeconomico.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page