top of page

China imagina que aumentando o suporte a empresas privadas obterá recuperação

Progresso humano e econômico inalcançáveis

Ainda sofrendo os efeitos produzidos por um drástico lockdown em função das medidas restritivas em razão da crise sanitária do covid-19, o governo chinês busca incentivar, através de subsídios, a atividade econômica de empresas privadas como saída para a recuperação do crescimento do país.


Na avaliação do governo centralista chinês além da crise sanitária, o excesso regulatório prejudicou fortemente a atividade provada no país. Do ponto de vista do Rumo Econômico, pode ser acrescido, o grande drama dos regimes comunistas da impossibilidade de conjugar crescimento econômico sem liberdade.


Setores que dependem de rápida resposta e arrojo empresarial em ambiente concorrencial livre não têm como sobreviver a regimes fechados, burocráticos e centralistas. Exemplo claro e vigoroso, é o setor de tecnologia.


A China mantém a ilusão de que poderá desenvolver um misto de controle estatal, aplicando subsídios, e criar um ambiente saudável para negócios. Na visão do Partido Comunista Chinês - PCC, o setor privado, portanto, investidores livres, poderão optar por atuar em um mercado onde, apesar, de medidas eventuais de proteção ao capital e às decisões internas de gestão privada, poderão coexistir com o modelo centralista e decisório do regime comunista.

Comments


bottom of page