top of page

Chegou a 'era da stagflação' e queda dos mercados, acredita o Dr. Apocalipse

Economista previu crise de 2008

Créditos da imagem: Reprodução


O professor de economia e negócios internacionais na Stern School of Business da Universidade de Nova York, o economista Nouriel Roubin, mais conhecido como "Dr. Apocalipse", desde que previu a crise financeira de 2008, realizou recentemente declarações não muito animadoras para a economia global.


Segundo análise do economista, o mercado deve estar atento sobre a valorização excessiva das ações, como também ao fato de que uma correção de até 10% tem altas possibilidades de realização.


Para Roubin, a aposta até o fim de 2023 deve ser contra as ações dos Estados Unidos, que em sua visão devem cair 10%, mediante a inflação constantemente elevada e o crescimento do preço do petróleo.


Para o professor de economia, o atual otimismo dos investidores quanto a uma esperada convergência da inflação para a meta do Federal Reserve, que é de 2%, é um grande equívoco, pois acredita fortemente que já estamos vivendo a "era da grande estagflação", ou seja, o cenário já conta com números inflacionários elevados e crescimento reduzido devido a inúmeros fatores de oferta e demanda.


Roubin acredita ainda que o banco central americano não irá reduzir as taxas de juros antes do meio do próximo ano, que a inflação será muito maior a longo prazo e que é praticamente impossível alcançar os 2% neste momento.


Por fim, o economista aposta que não haverá um colapso econômico repentino e que foco deve estar em perceber se a crise ocorrerá de forma moderada ou turbulenta.

Comments


bottom of page