top of page

Bilionários sancionados da Rússia investem no próprio país

Cinco maiores magnatas russos reinvestem após boom de demanda

Mediante a escassez gerada pelas sanções impostas pelo ocidente em meio à guerra entre Rússia e Ucrânia, permitiram aos magnatas russos lucros recordes que os fizeram reinvestir dentro do próprio país. Foi o que informou a Bloomberg na última sexta-feira (9).


O destaque de lucros e reinvestimento ficou para cinco dos maiores negociadores nas indústrias de petróleo, níquel e fertilizantes, que receberam cerca de US$ 10 bilhões em dividendos, cada um desde o início de 2022, segundo citação da Bloomberg Billionaire’s Index.


Os investimentos internos na Rússia representam um cenário forçado pelas sanções individuais a focar no mercado doméstico, estimulando empresas locais e causando ajuste mediante as restrições do mercado. No mês de maio, a Bloomberg também mencionou que uma das empresas que realizaram essa mudança nos investimentos, a Alekperov, estava em busca de uma participação de 51% na empresa Yandex, maior empresa de internet do país. Dentre outros exemplos.

Comments


bottom of page