top of page

Bastidores: Rodrigo Pacheco pode virar ministro de Lula em 2025

Segundo fontes, o presidente do Senado assumiria uma pasta no governo petista assim que deixasse a presidência da Casa


De mãos dadas e com planos para o futuro

O esforço em proteger ministros do STF e as pautas do governo podem gerar frutos para o atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Ao menos é o que apontam três fontes no poder legislativo ouvidas pelo jornal Folha de S. Paulo.


Caso as informações sejam confirmadas, Pacheco contaria com um cargo “importante” assim que deixasse a presidência da Casa em 2025, e que poderia ser a chefia de um ministério na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


Embora indefinida, a pasta comandada pelo senador, segundo os interlocutores, serviria como um trampolim para que o atual presidente do Senado Federal pudesse ganhar capital político para disputar o governo de Minas Gerais em 2026.


A reportagem destaca ainda que essa hipótese de se unir ainda mais a Pacheco foi proposta por outro senador governista (supostamente Randolfe Rodrigues) em abril e discutida com o presidente do Congresso em uma reunião secreta no Palácio do Alvorada.


Embora Rodrigo Pacheco tenha negado publicamente a intenção de participar do governo Lula, uma das fontes confidenciou que o presidente da república teria dito ao parlamentar mineiro que “ele deveria refletir sobre o que fazer após deixar o comando da Casa”.


--


Leia todas as nossas matérias integralmente.

Assine o Rumo Econômico no link abaixo:

Comments


bottom of page