top of page

Aversão ao risco governo

Nota curta

Com os ataques desferidos pelo governo Lula (PT) em relação a autonomia do Banco Central do Brasil, o mercado de câmbio tem refletido uma instabilidade acima do que podemos chamar de natural. Há a nítida percepção no mercado de que se o BC ceder às pressões políticas do governo, mesmo sem a autonomia quebrada, a política monetária perderá consistência no enfrentamento da inflação.


Os mercados têm reagido negativamente à tomada de risco político e a intervenções de governos centrais, que busquem manipular os juros internos de suas economias. Essa percepção tem causado a reversão e retração de investidores por agravar as percepções de risco.

Comments


bottom of page