top of page

Autoridades confirmam morte de presidente do Irã e anunciam luto de 5 dias

Anúncio da morte de Ebrahim Raisi foi dado pelo aiatolá supremo, Ali Khamenei

Luto de 5 dias por Ebrahim Raisi 

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, anunciou na manhã desta segunda-feira (20) que o país adotará luto oficial de cinco dias pela morte de seu presidente, Ebrahim Raisi. 


Além do chefe de estado, mais 8 pessoas estavam no helicóptero que caiu na região de Varzaqan no domingo, incluindo Hossein Amirabdollahian (Ministro das Relações Exteriores) e  Malek Rahmati (governador do Azerbaijão Oriental).


Com a morte de Raisi, o Irã passa a ser comandado pelo primeiro vice-presidente da nação, Mohammad Mokhber, até a realização de novas eleições, que devem ocorrer em um prazo de 50 dias. 


Ebrahim Raisi cumpria o segundo mandato à frente da presidência. Após ser eleito sem a presença de concorrentes em 2017, sua reeleição foi conquistada em 2021 após receber quase 29 milhões de votos.


O primeiro líder mundial a se pronunciar sobre a morte do presidente iraniano foi o russo Vladimir Putin. Até o momento da confirmação, o governo brasileiro, por meio do Itamaraty, apenas monitorava o desenrolar dos acontecimentos.


“Como verdadeiro amigo da Rússia, ele deu uma contribuição pessoal inestimável para o desenvolvimento de boas relações de vizinhança entre os nossos países e fez grandes esforços para levá-las ao nível de parceria estratégica”, afirmou o presidente da Rússia.

コメント


bottom of page