top of page

Apesar de redução, custos industriais permanecem maiores que em período pré-pandêmico

Desaceleração ocorreu mais fortemente no segundo trimestre de 2023

Créditos da imagem: Reprodução


A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou na última semana dados do Indicador de Custos Industriais (ICI). Os resultados apontam para um recuo de 4,6% do índice no segundo trimestre de 2023 em comparação com o primeiro trimestre.


Os custos de produção, de capital e tributário seguiram a mesma direção, recuando 5,1%, 6,3% e 0,6%, respectivamente. Apesar da tendência gradual de queda nos custos, os resultados ainda são 31,3% acima nos níveis anteriores ao período pandêmico iniciado em 2020.


A redução dos custos da indústria são um reflexo da queda nos preços dos insumos e energia no período avaliado, sendo um resultado positivo para o setor. No entanto, tendo em vista o elevado patamar geral desses custos em comparação com anos anteriores à pandemia, os resultados continuam sendo comprometidos no que se refere à concorrência interna e no exterior.


Os resultados não foram ainda melhores, porque de acordo com a pesquisa outro fator essencial pesou na contabilidade dos dados, o custo com pessoal. Essa variável cresceu em 1,4% desde o primeiro trimestre e somou ainda um crescimento de 10,5% nos últimos doze meses.


コメント


bottom of page