top of page

Após negociar com Vietnã, governo Lula nega importação de tilápias

Ministério da Pesca lançou nota após notícia do acordo com Vietnã ser confirmada por deputado


Lula e o primeiro-ministro do Vietnã em setembro - Agência Brasil/EBC


Em 25 de setembro, pouco antes de ser submetido a uma cirurgia no quadril, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu na sede do Itamaraty, em Brasília, com o primeiro-ministro do Vietnã, Phạm Minh Chinh. Após o encontro, o petista comemorou o interesse do vietnamita em formar um acordo com o Mercosul.


Abusando dos clichês diplomáticos, Lula afirmou: “"Somos dois países do sul global comprometidos com a paz, multilateralismo, desenvolvimento sustentável e combate à fome e à pobreza”.


Menos de um mês após a declaração, o Brasil está prestes a fechar um acordo comercial com o Vietnã, que pretende garantir ao país asiático a preferência na venda de tilápias ao mercado nacional. A notícia, como não poderia ser diferente, não gerou críticas positivas do setor produtor brasileiro.


Não há mistério sobre o descontentamento. Segundo dados atualizados do IBGE, o Brasil atingiu em 2022 a quarta colocação do ranking mundial entre os que mais lucram com a pescaria, contabilizando cerca 145 milhões de toneladas


Para o setor, a importação - principalmente das tilápias vietnamitas - representa um “desastre total”, já que a espécie do peixe é abundante em águas brasileiras.


O presidente da Frente Parlamentar Mista da Pesca e Aquicultura, deputado federal Luiz Nishimori (PSD-PR), lamentou a materialização das importações.


“É uma pena, porque o Brasil está bem perto de se tornar o 3º maior do mundo no setor”, revelou.


Governo Lula desmente importação de tilápias do Vietnã


Logo após a divulgação de que o Brasil importaria peixes do Vietnã, o Ministério da Pesca e Aquicultura divulgou uma nota oficial desmentindo a transação.


“Não existe nenhuma negociação comercial em curso entre o Brasil e o Vietnã envolvendo a importação de tilápias daquele país, nem pedido de licença de importação de tilápias oriundas do Vietnã registrado no Ministério da Agricultura e Pecuária do Brasil.

Brasil e Vietnã firmaram quatro Termos de Cooperação Técnico-Científica e outros documentos referentes à cooperação técnica, que preveem troca de dados e informações. Todos esses acordos foram devidamente tornados públicos pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil e podem ser acessados por qualquer cidadão”, completou.


Vamos ver!






Comments


bottom of page