top of page

Anúncio de PIB chinês afeta mercados e confirma desaceleração econômica

Apesar do resultado fraco, primeiro-ministro Li Qiang comemorou crescimento de 5,2% "sem muitos estímulos"


Li Qiang em Davos


A confirmação de que o Produto Interno Bruto da China cresceu apenas 5,2% em 2023 atingiu em cheio os mercados internacionais. A queda das bolsas, entretanto, não foi impactada somente pelo PIB fraco chinês - o menor avanço desde 1990, excluindo o biênio 2020-2021 afetado pela pandemia. 

Quer ler mais?

Inscreva-se em rumoeconomico.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page