top of page

Expectativa de alta na produção de petróleo impulsiona preço do barril

Após anúncios da AIE e Opep, barril de petróleo do tipo Brent oscila

Freepik


Depois da invasão russa na Ucrânia e do conflito entre Israel e os terroristas do Hamas, o mercado de petróleo começou a operar com forte especulação. Apesar da ameaça de expansão dos confrontos no Oriente Médio, o barril de petróleo tipo Brent operou no sentido inverso dos prognósticos, chegando a valer US$ 80.


Agora, com o anúncio feito pela Agência Internacional de Energia (AIE) sobre o aumento da demanda pela commodity, o efeito foi contrário, com alta superior a 1%, atingindo US$ 82 na segunda-feira (13).


De acordo com os prognósticos mais otimistas, a produção do ouro negro deve ficar em 1,7 milhão de barris diários em 2023, impulsionado pelo aumento da extração nos EUA, Brasil e Guiana - este último, um dos países com surpreendente crescimento do PIB nos últimos 4 anos, impulsionado pelos dividendos gerados pelo petróleo.


Opep+ reforça alta da produção de petróleo


A notícia de alta na exploração de petróleo também foi ratificada pela Opep+ - a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados. Segundo a entidade, os números de produção foram revisados para cima: de 2,4 milhões de barris diários para 2,5 milhões diários até o final de 2023. Já para 2024, o grupo manteve a projeção de alta na demanda em 2,2 milhões de barris diários.


Comments


bottom of page