top of page

A Ingratidão da FURG : O enterro da própria história na lama do revisionismo

Foto: Suzy Hazelwood/Pexels


O filósofo Alain Finkielkraut descreve em seu livro A Ingratidão a relação do homem com sua história e com o sentimento de superioridade moral sobre o passado. Nascido em 1949, no imediato pós-guerra, Finkielkraut estava nas barricadas de Paris em 1968, mas a maturidade o conduziu a uma visão mais conservadora, expressada em livros como A Derrota do Pensamento, em que critica a crise cultural e a barbárie intelectual que se abateu sobre os tempos atuais.

Quer ler mais?

Inscreva-se em rumoeconomico.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

Yorumlar

Yorumlar Yüklenemedi
Teknik bir sorun oluştu. Yeniden bağlanmayı veya sayfayı yenilemeyi deneyin.
bottom of page